sexta-feira, 17 de junho de 2011

Relato de Estágio

Nossa, o estágio é um momento muito significativo na vida de um indivíduo é ali que consegue desvendar alguns “mistérios” que perpassa o contexto educacional, uma vez que mantém contato direto com o seu público-alvo: os alunos! Além das demandas burocráticas que norteia o funcionamento de tal contexto. É neste momento, que começa descobrir-se de fato as glórias e os desafios de ser educador!
Na verdade, o estágio é um momento de conhecimento, experiências, de certa forma, o alicerce para a carreira como docente. Indo mais além, o estágio é, muitas vezes, para os alunos que ainda não exercem o magistério um espaço de convergência das experiências pedagógicas vivenciadas no decorrer do curso ( complexidade entre teoria – prática). Enfim, o estágio é, principalmente, uma contingência de aprendizagem da profissão docente, mediada pelas relações sociais historicamente situadas. Aprender a profissão docente no decorrer do estágio supõe estar atento às particularidades e às interfaces da realidade escolar em sua contextualização na sociedade.
Diante deste esboço, percebo que realmente esta conjuntura faz-se presente no decorrer do mesmo( estágio). Assim sendo, os primeiros momentos do referido espaço (estágio) foram marcados pelas avaliações prévias, isto é, uma análise diagnóstica mais aperfeiçoada, já que fomos a campo semanas antes analisar observar o ambiente que iríamos adentrar futuramente. Com a “missão” de elaborarmos um diagnóstico da escola, por isso foi necessário uma análise mais detalhada.
Por fim, chega nosso momento de regência, momento marcante na vida do estagiário, chegou o momento das noites mal dormidas! Nossa, o primeiro contato lembro que foi impactante, na verdade, foi um choque “Ruim”! O tão expressivo “choque com a realidade”, o que de acordo com Veenman ( 1984,p.143), indica o corte que se dá entre os ideais criados entre a formação inicial e a rude realidade do dia a dia numa sala de aula, não podendo pois, circunscrever-se a um período limitado de tempo; trata-se, antes, de um processo complexo e prolongado. Assim foi minhas primeiras impressões “ uma complexa contradição das postulações teóricas”. No entanto, era um momento de maiores responsabilidades, comumente “ações”, uma vez que foi possibilitado-nos maiores condições situacionais para o autoconhecimento, um olhar mais minucioso da classe. Afinal, já estávamos assumindo uma sala de aula! Já estávamos de certa forma no controle da “questão”.
Por isso em decorrência deste período ( 1ª semana) consigo perceber que o âmbito escolar é um ambiente perpassado por situacionalidades muito complexas, envolvendo questões referentes a relação interpessoal, aprendizagem significativa, enfim vários fatores que demandam a complexidade deste processo ensino- aprendizagem. Porém, é a partir destas experiências que podemos compreender a demanda que envolve a educação. É através do estágio que adquirimos os conhecimentos prévios “ não mais ingênuos” do que é ser professor. Deste modo, LIMA e PIMENTA já corroboravam que:

O estágio não pode ser uma completa preparação para o magistério, mas é possível neste espaço, professores, alunos e comunidade escolar e universidade trabalharem questões básicas de alicerce, a a saber: o sentido da profissão, o que é ser professor na sociedade em que vivemos”.( LIMA e PIMENTA, 2004, p.100).

De fato, esta instância possibilita-nos uma preparação parcial, já que a totalidade( tornar-se o sujeito apto à prática) é um processo complexo e depende de outros fatores implicados na cronologia profissional (experiência, conhecimento didático-pedagógico). Todavia, são momentos essenciais, que independentemente de alguns empecilhos que viera a acontecer durante o percurso, o mesmo torna-se muito satisfatório, enriquecedor a nossa futura profissão. Contudo, estes primeiros dias resume-se como um passo à vista da longínqua carreira como docente.


Um comentário:

  1. Cintia,

    Parabéns pelas suas maduras reflexões nesse início de docência. Você articula de forma brilhante sua vivência com os referenciais teóricos discutidos durante a disciplina.

    ResponderExcluir